gjuniioor

char nick[9] = "gjuniioor";

printf("https://github.com/%s\n",nick);

printf("%s\x40protonmail\x2e\\\bch\n",nick);

puts("5E12 9ABC C2A9 564B C048 2DF9 D327 0D10 BC71 CF75");

Filme :: Elysium

Dec 10, 2015 • filme,internet,hacking,seguranca

Bem, esse é o segundo filme [0] de que eu falo. Pensei em voltar para os documentários (tenho uma lista para ver) mas gostei do último filme visto e decidi continuar. Resolvi escolher um da página que o NMAP cita (veja aqui [1]).

Introdução

Elysium foi lançado em 2013. É uma ficção-científica (será que é ficção mesmo??). Pode ver mais detalhes técnicos no IMDb (aqui [2]). Dá uma olhada também no trailer:

Go Go

Tem alguns tópicos legais nesse filme. Não vou falar da história dele mas sim de alguns temas sobre informática que é tratado nele, ao menos é o esperado.

Algo que já podemos ver de cara é a robótica avançada do contexto mundial que é representado. Drones e humanoides bem desenvolvidos. Exoesqueletos um pouco mais avançado que o mostrado na copa do mundo [3].

Tudo isso dá um toque de futurístico na coisa toda. Mas não pense que é algo tão distante. O código que é utilizado para identificar os cidadãos de Elysium é um belo de um biohack [4]. Já existem tatuagens animadas com QRCode [5]. Tudo bem que a do filme interage com o DNA, mas nada que um pouco de criatividade de um arduino não resolva!! rsrs

Uma outra parte que achei interessante foi a da imagem abaixo:

Screenshot rapaz programando

Provavelmente não dá para ver direito, mas diferente de vários outras obras cinematográficas que querem mostrar um cara programando e colocam um Perl, Python ou no máximo um C da vida, nessa cena podemos ver um rapaz xiita e seu código em assembly:

Screenshot rapaz programando em assembly

E por fim, me dedicando a não dar nenhum spoiler, falar apenas de mais um princípio que é mostrado: guardar informações no corpo humano. Há um estudo feito em Harvard em que os pesquisadores visam armazenar dados no DNA. Os testes feitos fizeram com que conseguissem armazenar 96 bits em uma única fita de DNA, fazendo com que acumulasse 700 TERABYTES em apenas UMA GRAMA de DNA! Veja mais aqui [6]. No filme é mostrado isso sendo feito no cérebro, mas calma, esse link vou deixar para você: fuça mais um pouquinho que vai encontrar um estudos sobre isso também!!

Por agora é só, pessoal! Me despeço de vocês com essa imagem de um projétil teleguiado com escritas, nada mais nada menos que, RUSSAS! hahaha

Projétil teleguiado com assinatura russa

[0] - https://gjuniioor.github.io/category/#filme
[1] - https://nmap.org/movies/
[2] - http://www.imdb.com/title/tt1535108/
[3] - https://www.youtube.com/watch?v=S1X4QYrA9j4
[4] - https://pt.wikipedia.org/wiki/Biohacking
[5] - https://www.youtube.com/watch?v=f3qv2dSXQXk
[6] - http://hypescience.com/dna-memoria-700-terabytes/

Gostou do post? Assina o feed e seja feliz!!