gjuniioor

char nick[9] = "gjuniioor";

printf("https://github.com/%s\n",nick);

printf("%s\x40protonmail\x2e\\\bch\n",nick);

puts("5E12 9ABC C2A9 564B C048 2DF9 D327 0D10 BC71 CF75");

Book Review :: GitHub Essentials - Achilleas Pipinellis

Feb 3, 2016 • git,github,programacao,livros

Capa da revista "Manual do Hacker ed. 01"

Git é uma coisa ótima! Disso todo mundo sabe. Github também é muito bacana. Mais uma informação que todo mundo sabe. O que pouca gente sabe é fazer uso da quantidade de features que o Github provê para seus usuários. Isso o livro mostra muitíssimo bem.

Github: Basicamente falando, é um (acredito que o mais famoso) host para repositórios git - o VCS (version control system) mais conhecido por ai e em minha opinião, o melhor. Tendo isso como entendido podemos prosseguir.

O Github é uma ótima ferramenta para gerenciar projetos de Software Livre ou Open Source (entenda a diferença [0]). Muitas coisas lá facilitam o gerenciamento desse projeto e o crescimento profissional e produtivo da equipe. Um caso de sucesso pessoal que posso comentar por experiência é o próprio Virgulino [1], projeto do LampiãoSec [2] e esse livro vai, com toda certeza, {me,nos,vos} ajudar a gerir esse e outros projetos.

Muitas coisas bacanas são faladas no livro, segue uma breve lista:

  • Issues
  • Wiki
  • Releases
  • Organizations and Teams
  • Pull Requests
  • Inline comments
  • Github Pages
  • Project Statistics
  • Personal Security

E cada um desses pontos passei a anotar e a seguir as boas práticas ditas.

OBS: Claro, não estou dizendo aqui que tudo que é dito no livro é o modo a se fazer. É um bom modo. Entende a diferença? Recomendo que a cada ponto que achar interessante pesquise mais sobre ele. Busque outras fontes. Afinal, são práticas assim interessantes de como se ler um livro [3] (e [4]).

Outra coisa, além do conteúdo, pelo qual recomendo esse livro é a fácil leitura dele. A linguagem é bacana, a estrutura, as referências passadas. E se tem outra dica que gostaria de dar, além de como ler, é qual versão ler. Optei pela versão em inglês e gostei muito, então essa é minha dica. Por ser um livro de fácil leitura, com várias telas para contextualização e não é um assunto tão complicado, vale a pena se esforçar um pouco mais para ter uma skill tão importante, que é o inglês, mais afiada.

Outra dica para a leitura, mas agora quando se trata de ser em inglês: circula qualquer palavra que não conhecer ou não lembrar o significado, já olha o significado para contextualizar o assunto. E depois, dá uma folheada no livro, procurando pelas coisas que marcou e caso não lembre, olha o significado novamente. Isso é bom até para caso vá utilizar o livro como consulta que vai poder mensurar essa questão de evolução com a língua.

Para finalizar, deixo aqui uma passagem desse livro que achei bastante, sério mesmo, muitíssimo importante, e quero sempre, cada vez mais, implementar nos projetos que venha a fazer parte:

"With great projects comes great documentations"

"Com grandes projetos vem grandes documentações"

Até mais ver, gente boa!

[0]: http://softwarelivre.org/aurium/blog/software-livre-e-codigo-aberto--onde-esta-a-diferenca
[1]: https://github.com/lampiaosec/virgulino
[2]: https://lampiaosec.github.io
[3]: https://fernandonogueiracosta.wordpress.com/2010/12/24/como-ler-livros-o-guia-classico-para-a-leitura-inteligente/
[4]: https://fernandonogueiracosta.files.wordpress.com/2010/12/como-ler-livros.pdf

Gostou do post? Assina o feed e seja feliz!!