gjuniioor

char nick[9] = "gjuniioor";

printf("https://github.com/%s\n",nick);

printf("%s\x40protonmail\x2e\\\bch\n",nick);

puts("5E12 9ABC C2A9 564B C048 2DF9 D327 0D10 BC71 CF75");

Filme :: The Fifth Estate

Apr 7, 2016 • filme,ativismo

Olá, pessoal!

Esse, diferente de todos os outros, já veio de uma edição do #ViradaHacker [0], em que aconteceu o Cine Hacker [1] e o vídeo passado foi justamente esse.

The Fifth Estate, ou O quinto poder, é um filme que fala sobre o Wikileaks [2], ou como muitos preferem dizer, é um filme anti-wikileaks. O motivo disso? Nesse filme é mostrado o Wikileaks como sendo algo sem compaixão humana, algo dessa forma. Ele foi feito baseado em um livro do rapaz que é deixado como mocinho na obra. Portanto, é um pouco suspeito, certo?

Mas bem, por enquanto, de qualquer forma, segue o trailer:

O filme, em relação a conteúdo técnico, segue o comum. O máximo que é falado é sobre o Rubberhose, que é uma tecnologia de criptografia, feita por Julian Assange, para o Wikileaks, que permite nem mesmo o portal de vazamentos saber quem são suas fontes. Ou seja, isso garante anonimato ao máximo! O que é algo muitíssimo importante, principalmente em um tipo de projeto como esse.

Mas o holofote principal do filme é acabar por mostrar a Wikileaks e Assange de formas nada amigáveis. Não precisa ser nenhum puro conhecedor dos trabalhos do Wikileaks para saber do que se trata. Por exemplo, lendo o livro Cypherpunks [3] você já terá uma boa base para isso.

A trama se passa desde a entrada do Daniel Domscheit-Berg até sua saída, que acontece durante o caso cablegate, que foi aquele em que o Wikileaks ganhou muita fama pelo vazamento de vários documentos militares e governamentais, como alguns telegramas e vídeos como provas de crimes de guerra.

O Wikileaks mesmo não gostou nada do roteiro do filme. Tanto que chegou até a produzir um documentário, Mediastan (que possivelmente, logo logo estará por aqui) para mostrar o lado verdadeiro da organização. E a luta foi/é grande, afinal, a aceitação, mesmo com esse difícil trabalho, ainda é grande e a ajuda, pouca.

No fim das contas esse não deixa de ser um filme indicado para quem se interessa no assunto de privacidade, criptografia e coisas correlatadas. Mas vejam bem, sempre é vital analisar os dois lados da moeda.

E como esse é mais uma dessas obras carente de conteúdos técnicos, não há motivo para alonga aqui, então, fecho assim mesmo.

Até mais ver!!

[0]: https://lampiaosec.github.io/virada-hacker/
[1]: http://lampiaosec.github.io/virada-hacker/2016/04/02/diario-de-bordo/#cine-hacker
[2]: https://wikileaks.org/
[3]: /books/cypherpunks/

Gostou do post? Assina o feed e seja feliz!!